Acerca das Artic Power Berries {review}

Ainda estou para descobrir alguém que não goste de bagas. Claro que haverá alguém algures, mas para este post vamos concentrar-nos na maioria das pessoas que gosta das suas panquecas de mirtilos, batidos com arandos ou framboesas ou papas de aveia com groselhas ou amoras. Infelizmente, estes são produtos que demasiadas vezes desisto de comprar… Honestamente, os preços são proibitivos e ainda pior quando vemos as bagas velhas ou já com bolor a espreitar por baixo das outras viçosas para o cliente ver.

Este ano, enquanto viajávamos pela Escócia, o Sr Lee e eu comprámos uma boa porção de mirtilos enquanto nos abastecíamos para a nossa viagem pelas Highlands. Ficámos bastante surpreendidos com o aspecto maravilhoso e o preço reduzido. A surpresa foi ainda maior quando, mais tarde, ao olhar para a embalagem, reparámos que eram importadas de Portugal. Ou seja, lá estávamos nós, nos confins da Escócia, a comer mirtilos portugueses, onde raramente se encontram estes a este preço e tão carnudos e doces.

Claro que isto tem a ver com a procura, o tipo de produto, a sua fragilidade, o comprar orgânico, etc. E claro que há sempre descontos ou promoções, feiras, mercados… ou mesmo frutos congelados (o que é, na verdade, uma boa opção). E depois há sempre a possibilidade de se experimentar as Arctic Power Berries. Encontrei esta empresa no Instagram e fiquei muito intrigada com o conceito. Foi criada por duas amigas e oferece basicamente as bagas em pó – apenas isso! Cada tubo contém apenas as bagas orgânicas desidratadas e pulverizadas, nada mais. São sem açúcar, não-GMO, sem conservantes, veganas, sem glúten e cruas (desidratadas a menos de 40º). O site é bastante esclarecedor de todo o processo, mas está apenas escrito em inglês. Resumindo, cada embalagem de 70gr contém o equivalente a 700gr de bagas frescas. As embalagens de 30gr contém o equivalente a 300gr de bagas frescas. São produtos orgânicos e seleccionados, apanhados à mão e provenientes das florestas da Finlândia.

Comprei para experimentar o Skin care bundle pois adoro mirtilos e arandos e estava curiosa acerca do espinheiro marítimo (seabuckthorn), que acabei por gostar imenso não só pelo sabor mas pelo valor nutricional. Os pós revelaram ser muito fáceis de utilizar quer em batidos frios, quer em papas de aveia quentes. Têm ainda a vantagem de cada colher de sobremesa equivaler a um punhado de bagas, ou seja, uma dose, o que significa que não é necessário muita quantidade de cada vez. Para além disso, conservam-se durante bastante tempo nas embalagens desenhadas para o efeito (o site diz que duram até dois anos desde a data de manufactura), algo que é difícil de conseguir com as bagas frescas, mais perecíveis.

Em conclusão, estou rendida a este produto por ser tão versátil, prático e ficar mais económico. Se puderem, aconselho a comprar em conjunto com alguém amigo, para poupar nos portes, ou então aproveitar se viajarem / tiverem família no Reino Unido (onde a empresa está sediada). Claro que não substitui o produto fresco, mas é uma boa adição na cozinha para usar pelo ano fora! Agora tenho papas de aveia roxas e batidos cor de rosa vibrante apenas à distância de uma colher de chá 🙂

 

berries2

Aviso Legal: Todas as opiniões expressas neste texto são da minha autoria e não foi resultado de nenhum patrocínio ou incentivo de nenhuma marca ou empresa.

 

RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
http://www.lifenaturalee.com/acerca-das-artic-power-berries/
Twitter
Pinterest
Instagram

You may also like

Leave a Reply